Como usar a função include e require

Você pode incluir conteúdo de um arquivo externo PHP em outro arquivo antes que o servidor o execute. Há duas funções que podem ser usadas para esta finalidade, que são include e require.

Neste artigo, vou te mostrar exemplos de como utilizar a função require e include, e também quais são as diferenças entre eles.

A função include()

Este é um ponto importante que ajuda a reutilizar cabeçalhos, funções, rodapés e outros elementos que podem ser usados em diversas páginas.

Isso é especialmente útil quando você quer mudar diversos arquivos de uma vez só. Por exemplo, você pode usar em menus, códigos de área de login de membros, entre outros. Se você tiver algum problema para carregar, apenas irá gerar um aviso, mas não irá terminar a execução ou causar erro para o usuário.

<html>
   <body>
      <?php include("menu-topo.php"); ?>
      <p>Texto normal em HTML.</p>
     
   </body>
</html>

 A função require

A função require() faz exatamente o que a função include faz. No entanto, gera erro para o usuário quando não é possível localizar o arquivo.

Isso é importante para áreas críticas de um sistema.

<html>
   <body>
       
       <?php require("novo-menu.php"); ?>
       <p>Mais um exemplo do uso do require.php</p>
   
   </body>
</html>

Conclusão

Não há diferença técnica entre o uso do require() e o include(), apenas há diferença na forma como eles tratam erros.

É recomendado que você use o require() ao invés do include() porque, dependendo de como for, o seu sistema gerará erro e não causará prejuízo para o usuário.

Vote

Deixe um comentário